Anecdota

Laughter is the Best Medicine

Cabala Express – Senso de Humor


Oi pessoal, hoje eu vou responder aqui a pergunta do meu seguidor Aron Tawil Qual a visão da Cabala sobre o senso de humor? Um dos pontos mais conhecidos em relação à tradição judaica é justamente o seu humor O humor judaico é algo que ficou muito famoso e conhecido no mundo inteiro Quando nós pegamos na nossa própria história muitos e muitos humoristas surgiram inclusive na história recente, nós podemos ver hoje no cinema americano que muito dos humoristas nas comédias mais famosas eles têm nome judeu Mas isso não começou de agora Parte do humor judaico é a graça de saber rir de si mesmo Esse dom, digamos assim da pessoa conseguir tirar sarro das coisas que acontecem consigo foi muito importante durante e no decorrer da história judaica Contam que até mesmo nos campos de concentração um holocausto, que os judeus sofreram não temos nem palavras para explicar aquele sofrimento muitas vezes de noite os judeus na suas tendas, lá em Auschwitz trocavam piadas e tentavam animar um ao outro Então poderia dizer que o humor foi algo fundamental para a continuidade da existência do povo judeu até os dias de hoje Mas será que isso é algo apenas que aconteceu? Ou tem uma fundamentação na própria Torá no próprio Judaísmo, na própria Cabala? O nome da primeira pessoa que nasceu judia o primeiro judeu, que nasceu judeu na história sabe como ele se chamava? Isaac Ele era o filho de Abraão, e Isaac em hebraico significa sorrir, gargalhar E sabem por quê? Porque a mãe dele, a Sara já estava muito velhinha, 89 anos de idade quando D´us lhe avisou que seria mãe E ela achou algo tão engraçado uma velhinha engravidar e ter um filho que ela começou a dar uma gargalhada. E por causa disso o seu filho foi nomeado com esse nome Agora vamos parar pra pensar. Será que é por acaso que o primeiro o homem que nasceu judeu tinha o nome de risada? Imagina que seu filho vai na escola e aí como se chama “risadinha” imagina o bullying que ele vai sofrer Algo interessante é que durante o decorrer da sua vida Isaac se casou com uma mulher que se chamava Rebeca E eles fizeram algumas viagens Numa dessas viagens, contam que o líder daquele país, viu que Isaac e Rebeca estavam tendo relações entre marido e mulher Qual é o verbo que a Torá usa sobre essa relação, sobre esse relacionamento? Está escrito “Isaac estava brincando com a sua esposa” estava alegrando a sua esposa Olha que interessante o jogo de palavras que a Torá está usando aqui de novo a palavra risada, gargalhada, brincadeira Daqui nós vemos que o conceito de saber fazer uma boa piada, de saber fazer o outro sorrir, não é apenas um detalhe na vida judaica É talvez algo fundamental e principal vamos tentar entender por quê O que é o senso de humor? Vocês já pararam pra pensar quem sabe fazer um bom stand up comedy? Quem sabe contar uma boa piada? Como todo mundo fala não basta saber a piada tem que saber contar Você pode perceber que os maiores humoristas eles não são o bobo da corte uma pessoa que fica rindo o dia inteiro Eles muitas vezes são pessoas muito sérias e justamente pela sua seriedade a sua piada é algo tão engraçado Aliás, apenas como um parênteses, nós percebemos que muitos dos humoristas eram pessoas extremamente introspectivas Sholom Aleichem que foi um dos maiores escritores do Judaísmo Foi escrito no túmulo dele, até hoje, lá no Bronx em Nova York se não me engano ele faleceu em 1917 ” O homem que fez o mundo inteiro rir mas era triste por dentro” Nós sabemos que têm muitos humoristas que acabam usando até essas piadas e esse senso de humor pra ele conseguir fugir de uma certa depressão interior por que? Porque o humor, na verdade, é uma superação Você pode perceber que uma boa piada consegue trazer uma novidade. É aquela piada que faz todo o público pensar que vai terminar de um jeito E na verdade termina de outro jeito Em outras palavras, quem sabe fazer uma boa piada? Aquele que sabe inovar, aquele que sabe surpreender aquele que sabe o poder da superação Trazendo isso para nossas vidas nós entenderemos o verdadeiro valor do humor no dia a dia Alguém que olha a vida, como algo óbvio como algo natural, como algo rotineiro nunca vai saber fazer uma boa piada porque ele está muito dentro do seu quadrado Ele está enxergando que cada um, no seu egoísmo, vai vivendo sua vida de acordo com seus interesses Quando a Torá fala que o Isaac fazia piadas com a sua esposa a Torá tava dando o segredo e a dica para os bons relacionamentos Quando uma pessoa quer se relacionar com o próximo, ela quer viver a vida intensamente ela precisa saber sair do seu quadrado Em outras palavras, surpreender o próximo, surpreender a si e conseguir levar as coisas um pouco mais na brincadeira Não significa levar a vida como uma piada, não A vida é muito séria, nós acreditamos na santidade e na importância de nossas vidas Mas justamente por isso nós sabemos o quão ela é inovadora o o quanto ela é surpreendente Então, não vamos aceitar as coisas como garantidas Não, cada dia é um novo dia a cada momento um novo momento e essa surpresa tem a ver ela pode ser muito mais bem entendida com o senso de humor O humor é tão importante sempre foi tão importante na vida judaica porque ele não significa simplesmente o dom de fazer uma boa piada mas enxergar a vida com mais leveza de enxergar os nossos problemas e desafios do dia a dia não como uma coisa chata e rotineira mas sim, como algo a ser superado e vencido E agora gostaria de convidar cada um de vocês para mandarem as suas perguntas e temas que vocês gostariam sobre qual eu falasse Que eu vou tentar cada vez trazer um desses temas e responder eles para vocês

54 thoughts on “Cabala Express – Senso de Humor

  1. Pessoas do mundo inteiro estão se voltando para o judaismo.
    Perguntas e querem conhecer. Oq o senhor acha disso? Ao meu ver isto é bom, e para o senhor??

  2. Rav Dudu um tema que eu quero ouvir detalhe por detalhe è como se faz as 3 orações principais Diária de um Judeu grato.

  3. vvd mestre acho que o bom humor e muito importante para o ser humano e libera muita serotonina no organismo! sahalon.

  4. Rabino, queria um ciclo de palestras sobre Provérbios e outra sobre Eclesiastes. Sou um leitor aficcionado do Rei Salomão. Mas nunca ouvi o ponto de vista rabínico sobre o assunto. Se você fizer isso, eu ficarei muito feliz. Suas palestras me fazem um bem imenso. Parabéns e Obrigado

  5. Caro Rabino Dudu, assim q li essa manchete há pouco "O mochileiro cego e surdo que já visitou mais de 120 países" pensei em vc e sobre as inúmeras análises que podem ser feitas sobre esse mochileiro. Segue o link da matéria, abraço.
    https://www.terra.com.br/noticias/mundo/o-mochileiro-cego-e-surdo-que-ja-visitou-mais-de-120-paises,78c33c6657ad3df765e007798534c912yzbyl3it.html

  6. Caro Rav, peço para que faça uma aula, abordando de forma profunda, sobre o yetzer hará; o que é e como ele atua. Sou seu fã! Parabéns pelo seu trabalho! Aprendo muito, mesmo, com você!

  7. Olá Rabino Dudu! Gostaria de saber de fato quem é Metatron e se podemos pedir ao Eterno sua intervenção. Obrigado!

  8. Li no livro do Mashich, segundo que consta no rodapé (assunto é sobre o 3 templo), na visão do cabalista Moises e Elias estaram presentes neste evento, pode discorrer neste assunto?

  9. Amigo Dudu , B'H , você poderia fazer um vídeo a respeito da Memória ? Cabala da Memória …As vezes ao longo da vida criamos memórias , passamos o tempo é não sabemos o que fazer com certas lembranças …

  10. Por que gostamos de pessoas que não gostam de nós e as que gostam de nós não gostamos? (digo no sentindo homem e mulher)

  11. o que o sr. acha da mudança da capital de Israel para Jerusalém? tem alguma implicação mais profunda para o judaismo?

  12. RABINO MELHORAR O HUMOR, COMO PARA UNS ALGO E PIADA PARA OUTROS PODE SER UMA DOR?COMO AGIR?TENHO SÉRIOS PROBLEMAS RELACIONADOS A CERTAS PIADA, E BRINCADEIRAS. …

  13. Belas palavras, Dudu! O humor é uma forma de conseguirmos encarar certos desafios. Muitas vezes, criamos fronteiras psíquicas para debatermos algo e, naturalmente, o debate torna-se um duelo… Hahaha O humor pode suavizar as fronteiras entre pessoas nos relacionamentos. Assim como as historinhas enriquecem os diálogos, o humor torna possível o enfrentamento da vida com suavidade, delicadeza… Obrigada por compartilhar sua sabedoria conosco! Um abraço. Camila

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *