Anecdota

Laughter is the Best Medicine

Preços de ações estão sujeitos ao humor dos mercados


Olá pessoal, O sobe e desce na cotação de preços das ações na bolsa de valores é incompreensível para a maioria dos investidores, não só para os iniciantes, mas também para aqueles que tentam, sem sucesso, ganhar dinheiro com essas oscilações. Por que o preço das ações oscilam tanto? Esse é o assunto do vídeo de hoje. Afinal de contas, se uma ação é uma fração do valor da empresa, porque elas oscilam tanto? Ela não deveria ter seu valor reconhecido pelos investidores e seu preço corretamente precificado pelo mercado? Primeiro o investidor deve entender que o valor de uma ação é calculado pelas expectativas de lucros futuros, isso por si só já demonstra que o seu valor não é certo, a depender de eventos políticos, econômicos e de mercado, a empresa sofrerá ajustes nas expectativas de lucros futuros, o que vai alterar a cotação de sua ação no presente. Um outro fator é o tempo, é quase impossível saber as necessidades de liquidez do conjunto de investidores que estão operando o mercado, e com isso saber as suas preferências intertemporais. Alguns operam visando os próximos dias, outros visam meses, e alguns anos. Tentar ganhar dinheiro com ações tentando prever o que o mercado fará é extremamente arriscado, é mais um exercício de adivinhação do que uma operação de investimento. Em uma das suas cartas aos seus acionistas, Warren Buffett relembra uma espécie de parábola que Benjamin Graham lhe contou sobre como ele enxerga o mercado, assim como foi marcante para ele foi para mim também, tanto que é um dos apêndices do meu livro, fiz questão de registrá-lo para que todos aqueles que o lerem possam também entender o mercado desta forma. Esse trecho da carta de Buffett se chama o senhor mercado e passo a descrevê-lo agora. Ben Graham, há muito tempo descreveu uma atitude mental em relação a oscilações de mercado que acredito ser a que melhor conduz ao sucesso em investimentos. Ele disse que você deve imaginar cotações de mercado como vindas de um sujeito excepcionalmente complacente chamado Sr. Mercado, que é o seu sócio em uma empresa de capital fechado. O Sr. Mercado aparece sem falta, diariamente, e escolhe um preço pelo qual ele irá comprar a sua participação ou lhe vender a dele. Mesmo que a empresa que vocês dois possuem tenha aspectos econômicos estáveis, as cotações do Sr. Mercado serão tudo menos isso. Porque, é triste dizer, o pobre sujeito tem problemas emocionais incuráveis. Às vezes, ele se sente eufórico e consegue ver somente os fatores favoráveis que afetam o negócio. Quando está nesse humor, ele escolhe um preço muito alto de compra-venda porque teme que você compre a participação dele e embolse assim ganhos iminentes. Outras vezes, fica deprimido e não pode ver nada além de dificuldades pela frente, tanto para o negócio como para o mundo. Nessas ocasiões, ele escolherá um preço muito baixo, já que está aterrorizado pela possibilidade de você se livrar da sua participação vendendo para ele. O Sr. Mercado tem outra adorável característica: não se importa ao ser ignorado. Se a cotação dele for desinteressante para você hoje, ele voltará com uma nova amanhã. As operações são estritamente opção sua. Sob essas condições, quanto mais maníaco-depressivo o comportamento dele, melhor para você. Mas, como a Cinderela no baile, você tem de prestar atenção em uma advertência, ou tudo virará abóboras e ratos: o Sr. Mercado está aí para servi-lo, não para guiá-lo. São os recursos financeiros dele, e não a sabedoria, que você achará proveitosos. Se ele aparecer algum dia com um humor particularmente irracional, você tem toda a liberdade para ignorá-lo ou tirar vantagem dele, mas será desastroso se você se submeter à sua influência. De fato, se você não tem certeza se entende e pode avaliar o negócio muito melhor do que o Sr. Mercado, você não se encaixa nesse jogo. Como dizem no pôquer : “se você está no jogo há 30 minutos e não sabe quem é o trouxa, você é o trouxa”. A parábola do Ben sobre o Sr. Mercado pode parecer obsoleta no mundo dos investimentos de hoje, no qual a maior parte dos profissionais e acadêmicos fala de mercados eficientes, hedge dinâmico e beta. O interesse em tais assuntos é compreensível, já que técnicas cobertas por mistério logicamente têm valor para o fornecedor do conselho de investimento. Afinal de contas, que curandeiro alguma vez alcançou fama e fortuna simplesmente aconselhando “tome duas aspirinas”? O valor de assuntos esotéricos sobre o mercado para o consumidor de conselhos de investimento é outra história. Em minha opinião, sucesso em investimento não será produzido por fórmulas enigmáticas, programas de computador ou sinais reluzentes em resposta ao comportamento de mercados e dos preços das ações. Em vez disso, um investidor obterá êxito pela união de bom juízo empresarial com a capacidade de isolar seus pensamentos e comportamento das emoções supercontagiosas que rondam o mercado. Em meus próprios esforços para permanecer isolado, achei altamente proveitoso levar firmemente em consideração os conceitos de Ben sobre o Sr. Mercado. Seguindo os ensinamentos de Ben, deixamos nossas participações acionárias nos contarem por meio de seus resultados operacionais não por meio de suas cotações de preço diárias, ou mesmo anuais, se nossos investimentos são bem sucedidos. O mercado pode ignorar sucesso empresarial por algum tempo, mas por fim ele o confirmará. Como disse o Ben : “A curto prazo o mercado é um processo de votação, mas a longo prazo ele é um processo de pesagem”. A velocidade com a qual o sucesso empresarial é reconhecido, ademais, não é tão importante enquanto o valor intrínseco da companhia estiver aumentando a uma taxa satisfatória. Para dizer a verdade, o reconhecimento tardio pode ser uma vantagem: pode nos dar a oportunidade de comprar mais de uma coisa boa a um preço de barganha. Essa parábola de Benjamin Graham, contada por Warren Buffett, na sua carta ao acionista, é curta porém profunda, se você conseguir ver o mercado dessa forma terá muito sucesso nos seus investimentos em ações. O que você achou do assunto de hoje? Se gostou clique no like e compartilhe com os seus amigos. Deixe seus comentários abaixo. Inscreva-se no meu canal e ative as notificações para receber novos conteúdos em primeira mão. Um Forte Abraço e até o próximo vídeo.

29 thoughts on “Preços de ações estão sujeitos ao humor dos mercados

  1. O Senhor Mercado seria uma boa proposta de estudo para FROYD se fosse vivo, mas tenho que ressaltar ao iluste Kobori que podemos fazer um previsão acertada atravez da analise Tecnica dos Graficos das Açôes e tendÊncias de uma determinada compania, Algumas teorias antigas Hj podem não valer por causa das mudanças da velocidade frenetica da informações em tempo real e Governos estáveis que controlam as taxas de juros aquecendo a economia.

  2. Kobori "olhando" de forma macro, o que disse aparentemente está próximo da realidade. Agora não acha que as oscilações aparentemente são "jogadas" dos grandes fundos ou players ou seja é totalmente manipulado? É o mesmo dinheiro sendo trocado entre papeis, feito estrategicamente por robôs, investidores novos são poucos e com pouco capital para risco, nosso numero de investidores e volume é muito pequeno o que favorece essa manipulação.

  3. José kobori Bom dia!! Os seus vídeos São muito LEGAIS ÓTIMO… MAIS COM TODA A SUA SIMPLICIDADE NA DIDÁTICA DE TRANSMISSÃO, PARA OS LEIGOS NO MERCADO FINANCEIRO AINDA FICA DIFÍCIL DE ENTENDER ALGUMAS COISAS

  4. Parabéns pelo vídeo, Kobori!
    É muito bacana sua postura sóbria e técnica, sempre desmistificando o mercado e ressaltando o seu natural funcionamento, sem magias.

  5. Caro sr. José Kobori, adoro seus vídeos mas me permita, com todo respeito, incluir minha percepçao pessoal de um pobre amador em relaçao ao mercado de açoes…mesmo nos mercados mais bem regulados e bem fiscalizados em países aonde a impunidade por quem desrespeitar as regras é implacavel, mesmo ali , ao sabor dos humores do sr. Mercado, há imponderaveis aos quais quem se arrosta ao seu humor esta sujeito ao analisar o risco desta ou aquela açao ! Em meu senso , este é um negoco para tubaroes e nao deveria o se-lo mas o é ! Nos EUA aonde muita gente simples vai ao mercado de açoes, mesmo lá, há golpes e manipulaçoes…aqui entao nem se fale ou já se esqueceram do que os irmaos Batista fizeram comprando dolares na baixa, e vendendo em uma alta que eles mesmos fabricaram e aonde deu isto ? NADA ! Decadas atras um certo banqueiro a quem eu conhecia se separou já velhinho mas podia ser visto nas colunas sociais cercados de belas moças ,aproveitando a vida, posando de playboy mesmo…eu tinha açoes daquele banco, VENDI TUDO imediatamente ! SE há algo que aprendi é que $ nao guarda desaforo…ao encontra-lo vaticinei, VOCE VAI PERDER TUDO PORQUE QUEM COMEÇA ASSIM COMO VOCE ESTA FAZENDO AGORA ,POE TUDO A PERDER !…nao perdeu tudo, mas quase tudo e quem nele apostava ha anos , este sim ,tudo perdeu ! Ou seja, até nisto quem investe tem de prestar atençao/analisar, ficar de olho no HOMEM POR TRAS DA AÇAO ! Sao muitas variaveis que me fazem pensar e ter a fé racional que o mercado de açoes , perdao, no Brasil em especial, nao é serio ! Abraços e meus respeitos caro Sensei !

  6. Toda vez que o professor coloca um livro desse com capa virada para câmera, eu vou lá na famigerada amazon e faço minha encomenda. Sugestão: faz um vídeo mostrando sua biblioteca professor.
    Danke.

  7. Como é bom ver alguém empenhado em trazer conteúdo pra essa plataforma. Estou sempre acompanhando o canal, abraços e espero que continue.

  8. Excelente, professor Kobori deixa claro que o bom investidor não deve se contaminar pelas oscilações do sr. mercado. E que é ao médio e longo prazo que os resultados aparecem. Ansioso pelo próximo vídeo.

  9. Um dia o senhor mercado me vende sua participação por uma ninharia, no outro me oferece um preço muito maior para tê-la de volta.
    Vai entender!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *